Loja Philips
Banner - Desktop
Banner - Mobile

A ligação entre a gravidez e a saúde de seus dentes

Você sabia que há uma ligação entre a gravidez e seus dentes? Descubra tudo o que você precisa saber sobre como cuidar da sua saúde bucal durante a gravidez. Há muitas coisas que você precisa saber quando está grávida e se preparando para a chegada do seu bebê. Então, a princípio, você pode não pensar em como a gravidez pode afetar seus dentes e coisas como gengivite, sangramento nas gengivas e dentes sensíveis. Sua saúde bucal pode estar ligada à saúde do seu bebê, e saber como cuidar dos dentes durante a gravidez pode prevenir condições comuns que as mulheres vivenciam. Dessa forma, a Philips ensina tudo o que você precisa saber sobre a gravidez e o cuidados com os seus dentes.

Por que é tão importante ter cuidado extra com seus dentes

Seu corpo passa por algumas mudanças incríveis durante a gravidez. Muitas delas são desencadeadas por um aumento dos hormônios e todos trabalham fora dos bastidores para ajudar seu bebê a se desenvolver de forma saudável. O aumento dos hormônios no corpo também afeta os dentes e as gengivas. Por exemplo, você pode sentir seus dentes mais sensíveis ou gengivas inchadas e inflamadas. Isso às vezes pode levar ao que é chamado de gengivite na gravidez. Se não tratada, a doença gengival pode levar ao nascimento prematuro e ao baixo peso do bebê ao nascer. Aqui podemos entender quais são as principais doenças:

Gengivite

Como mencionamos, uma das condições em que você pode ser mais propensa durante a gravidez é a doença gengival. O primeiro estágio da doença é também conhecido como gengivite. Alguns sinais-chave a serem observados durante a gravidez são o sangramento das gengivas quando você está limpando entre os dentes, gengivas vermelhas ou inchadas e mau hálito persistente. Tente isto: verifique se você está escovando duas vezes por dia e limpando entre os dentes diariamente. Se você estiver preocupada com a saúde da sua gengiva, agende uma consulta com seu dentista.

Erosão do esmalte

O aumento dos hormônios geralmente causa enjôos matinais e isso pode levar à erosão do esmalte. O vômito repetidamente deixa os dentes revestidos de forte ácido estomacal, aumentando o risco de cárie dentária. Tente isto: Resista ao desejo de escovar os dentes imediatamente para evitar danificar o esmalte dos seus dentes. Em vez disso, lave a boca com água da torneira. Espere pelo menos uma hora antes de escovar os dentes.

É seguro ir ao dentista?

Muitas mulheres se perguntam como uma visita ao dentista afetará seu bebê. Tenha certeza de que é seguro visitar o dentista durante a gravidez. Limpezas ou exames de rotina são recomendados e qualquer tratamento desnecessário pode ser adiado até depois do parto. No caso de tratamento preventivo, modificações podem ser tomadas para manter seu bebê seguro. Por exemplo, raios-x odontológicos são considerados seguros durante a gravidez com a proteção adequada, de acordo com a American Dental Association. Alguns medicamentos não são seguros durante a gravidez, por isso é importante informar imediatamente ao seu dentista que você está grávida. Seu dentista lhe dará orientação sobre os melhores cuidados possíveis para você e seu bebê.

Planejando visitas ao dentista

Ainda nos estágios de planejamento da sua gravidez? Agora é o momento perfeito para agendar uma visita com seu dentista. Assim, você pode planejar tratamentos urgentes antes de engravidar, e seu dentista pode lhe dar orientação especializada sobre como cuidar dos dentes durante a gravidez. Durante a gravidez, o segundo trimestre tende a ser o trimestre ideal para tratamentos de saúde bucal. De um modo mais geral, é importante manter visitas regulares ao dentista duas vezes por ano ou, mais frequentemente, se for aconselhado pelo seu dentista. Agora temos algumas dicas finais para você cuidar bem dos seus dentes:
  • 1. Escove pelo menos duas vezes ao dia Escovar por dois minutos, pelo menos duas vezes ao dia, é a maneira ideal de combater a placa bacteriana e prevenir a gengivite na gravidez. Para uma limpeza mais completa, considere o uso de uma escova de dentes elétrica. É mais eficaz na remoção de bactérias do que uma escova de dentes manual;
  • 2. Use o fio dental todos os dias Existem alguns pontos que a sua escova não consegue alcançar, por isso certifique-se de passar o fio dental entre os dentes todos os dias para remover as partículas de comida alimentam as bactérias. Se você não usa o fio dental regularmente, considere o uso de um Philips AirFloss. O aparelho tem spray de ação tripla e remove 99.9% das placas entre os dentes;
  • 3. Se alimente de forma balanceada Sabemos que os desejos de gravidez são realmente fortes. Infelizmente, o melhor é evitar alimentos açucarados para evitar a cárie dentária;
  • 4. Diga ao seu dentista que você está grávida o mais rápido possível É importante alertar o seu dentista, quando estiver grávida, caso precise modificar o tratamento;
  • 5. Agende visitas regulares ao dentista É melhor visitar seu dentista para uma consulta de rotina duas vezes por ano.
Tem mais perguntas ou está preocupado com os dentes durante a gravidez? Agende uma consulta com o seu dentista.

O que esperar de um dentista pediatra?

Um dentista pediatra previne e detecta precocemente condições de saúde bucal em bebês e crianças. Dessa forma, a Philips ensina como eles podem ajudar a preparar a infância de seu filho para um futuro saudável. Parece que você acabou de sair do hospital. Como já é hora da primeira visita ao dentista? Se os primeiros dentes do seu bebê aparecerem, ou se aproximarem do primeiro aniversário, é hora de marcar a primeira visita ao dentista. É aqui que o atendimento odontológico pediátrico entra em cena.

O que é um dentista pediatra?

Um dentista pediatra é um médico especializado em cuidados orais para bebês e crianças. Eles se concentram na prevenção e detecção precoce de condições de saúde bucal. Eles também ajudarão a tornar a primeira experiência do seu filho com um dentista positiva.
  • É importante prevenir tudo neste estágio inicial da vida do seu filho;
  • Veja o que esperar de uma visita a um dentista pediatra;
  • Detecção precoce da cárie dentária;
  • Programa para cuidar dos dentes do seu filho em casa;
  • Informação sobre crescimento e desenvolvimento futuro;
  • Orientações sobre os hábitos de chupar os polegares, dedos e chupeta;
  • Evitar danos na boca e nos dentes do seu filho;
  • Primeira experiência positiva com um dentista.
As duas coisas principais que o atendimento odontológico pediátrico ajudará o seu filho são a prevenção da cárie dentária e o desenvolvimento saudável dos dentes.

1. Prevenção da cárie dentária

A cárie dentária pode ocorrer assim que o bebê deixa de beber leite materno e transita para outras bebidas e alimentos sólidos. É causada por bactérias de açúcares e carboidratos que, ao longo do tempo, formam colônias nos dentes e entre os dentes e provocam cáries;

2. Desenvolvimento saudável dos dentes primários

Os dentes primários são os primeiros dentes do seu filho e abrem caminho para a saúde bucal futura. Eles ajudam no desenvolvimento da fala, permitem a mastigação e reservam espaço para os dentes permanentes.

Quando devo levar meu filho a um dentista pediatra?

Provavelmente parece um pouco cedo para ir ao dentista. A verdade é que, se os primeiros dentes do seu bebê aparecerem (normalmente entre 6 a 12 meses), ou se aproximarem do primeiro aniversário, é melhor agendar uma visita ao dentista pediatra. Após a primeira visita, a Academia Americana de Odontopediatria recomenda check-ups regulares duas vezes por ano. Seu filho pode continuar a visitar um dentista pediatra até a adolescência.

Hábitos saudáveis ??de escovação em casa

Entre as visitas ao dentista pediatra, você pode cuidar dos dentes e gengivas do seu filho escovando-os regularmente. Antes dos dentes aparecerem, apenas limpe as gengivas do bebê com uma escova ou pano macio e água. Quando os dentes aparecerem, escove os dentes do seu bebê duas vezes ao dia com uma escova feita para sua faixa etária e creme dental com pouco ou nenhum flúor até que seu filho consiga cuspir. Cuidar dos dentes do seu filho em casa, combinado com o atendimento odontológico pediátrico regular, prepara seu filho para um sorriso brilhante no futuro.

Como manter seus dentes saudáveis

Manter os dentes limpos e saudáveis ??é uma parte importante da saúde e do bem-estar geral do seu corpo. Pensando nisso, a Philips ensina estas 5 dicas importantes para manter uma boca saudável e feliz.

Corpo, mente e espírito: a importância de manter os dentes saudáveis

A saúde da sua boca é vista por pesquisadores e médicos da área da saúde como a janela para o bem-estar geral do seu corpo. A saúde de seus dentes e gengivas afeta a maneira como você fala, a maneira como você come e até mesmo a sua aparência. Isso significa, por exemplo, que se você estiver sentindo dor de dente, gengiva ou perda de dentes, você será forçado a tomar decisões específicas sobre o que você é capaz de comer (ou não). Essas decisões forçadas inevitavelmente prejudicarão sua capacidade de comer seus alimentos favoritos e afetarão negativamente os eventos sociais com a família e os amigos. O cuidado bucal pode ser fácil de ignorar, mas a dor e o desconforto que surgem dos problemas de saúde bucal certamente afetarão a maneira como você interage com as pessoas. Todo o seu corpo está conectado, e o papel que sua boca desempenha na sua qualidade de vida é significante.

Dicas de sucesso para manter a boca e sorriso mais saudáveis

Você já teve dor de dente? Gengivas doloridas? A boa notícia é que os problemas de saúde bucal são evitáveis ??e (quando detectados cedo) tem solução. Seus dentes e gengivas são bastante resistentes e voltar à saúde completa pode ser tão simples quanto:
  1. Escovar por mais de 2 minutos mais do que duas vezes por dia;
  2. Usar fio dental consistentemente todos os dias;
  3. Enxaguar freqüentemente com água ou enxaguante bucal.
Às vezes, porém, será necessário ir além da rotina regular de escovação e uso do fio dental. Uma boca cheia de dentes e gengivas saudáveis ??facilitará muito a sua vida, então aqui estão algumas ótimas dicas para garantir que você não terá que se preocupar mais tarde.

Dica 1: Trocar a escova a cada 3 meses

A explicação do por que você deve trocar a escova a cada 3 meses é baseada na regra de cuidados orais de ouro que você deve escovar 2 vezes por dia por pelo menos 2 minutos por cada escovação; e 3 meses é na verdade o tempo que leva para as cerdas da cabeça da escova começarem a desfiar e quebrarem, perdendo a capacidade de limpar os dentes de forma consistente. Ao trocar a escova há cada 3 meses, você garantirá que sua escovação está efetivamente removendo a placa bacteriana e mantendo seus dentes e gengivas limpos e saudáveis. Além disso, os dentistas geralmente concordam que as escovas de dentes elétricas são melhores contra as placas e mais gentis com as gengivas do que as manuais. Com 62.000 movimentos por minuto, a limpeza que a sua boca recebe de uma única sessão de escovação de 2 minutos com uma escova de dentes elétrica da Philips Sonicare é equivalente a 1 mês de escovação manual.

Dica 2: Usar o fio dental todos os dias

Você sabia que quase 40% da área de superfície dos dentes não pode ser alcançada pela maioria das cerdas das escovas? Isso significa que mesmo que você seja a pessoa mais perfeccionista do mundo, ainda assim será incapaz de remover bactérias causadoras de placas de mais de um terço da sua boca. A única maneira de alcançar esses espaços apertados, então, é:
  1. Beber muita água;
  2. Usar fio dental pelo menos uma vez por dia.
O irrigador oral Philips AirFloss Ultra, por exemplo, remove até 99,9% da placa nas áreas tratadas. Lembre-se, cáries e doenças nas gengivas podem se formar onde quer que a placa cresça e endureça, então manter os dentes saudáveis ??significa chegar a todas aquelas áreas difíceis de alcançar.

Dica 3: Escove sua língua

Existem muitos fatores que podem causar mau hálito. A bactéria que faz com que você tenha mau hálito persistente, no entanto, vive em seu estômago e boca. Ao adicionar uma raspagem completa da língua à sua rotina diária de cuidados orais, você não apenas ajudará a eliminar o potencial de interações sociais inadequadas, mas também removerá uma quantidade ainda maior de bactérias que causam a formação de placa em seus dentes e gengivas, antes mesmo delas terem uma chance de crescer.

Dica 4: Encontre um dentista que você goste

Isso pode parecer uma dica boba, mas encontrar um dentista que você gosta (ou pelo menos confia) é fundamental para a sua saúde bucal em geral. Você deve visitar seu dentista a cada 6 meses (pelo menos). A placa que se acumula nos dentes - quando não removida - rapidamente endurece em tártaro (em apenas 18 horas). O tártaro não tratado pode causar cáries e gengivite. E a única maneira de remover o tártaro é visitando o seu dentista. Seu dentista lhe dará as informações necessárias para tomar boas decisões sobre sua saúde. Formar um bom relacionamento com ele não apenas garantirá que sua boca permaneça limpa e saudável, mas também lhe dará a capacidade de realmente ouvir o que ele está dizendo e agir adequadamente.

Dica 5: Beba moderadamente

Embora isso não seja um post sobre sua dieta, é importante entender que as bebidas que você escolhe para consumir também podem afetar a saúde de seus dentes e gengivas. Você provavelmente ficará decepcionado ao saber que a água na temperatura ambiente é a melhor escolha quando se considera sua saúde bucal. Para manter uma boca saudável, siga essas dicas:
  1. Líquidos claros ou levemente coloridos são menos propensos a manchar os dentes;
  2. Bebidas com baixo teor de açúcar e de carboidratos não são boas apenas para a sua cintura, elas também são boas para a sua linha de gengiva;
  3. Bebidas ácidas, como sucos, café e vinho tinto, irão manchar os dentes e causar o amolecimento e o desgaste do esmalte dentário;
  4. Bebidas super quentes ou frias também podem enfraquecer o esmalte dentário e causar irritação gengival;
  5. Quando você quiser beber o que quiser, após acabar, faça um bochecho com água, espere 45 minutos e escove os dentes para remover os resíduos.
Gostou das nossas dicas? Esperamos que tenha ajudado você a encontrar uma maneira de manter os seus dentes sempre saudaveis! Conte sempre com a Philips!

Saúde bucal e coração saudável: A relação potencial entre doenças gengivais e cardíacas

Existem diferentes teorias sendo estudadas por pesquisadores e médicos da área de saúde sobre o motivo pelo qual as doenças gengivais e as doenças cardíacas estão conectadas. Por causa desta conexão, faz sentido cuidar bem dos seus dentes e gengivas. Pensando nisso, a Philips desenvolve conteúdos e estratégias para informar e melhorar sua saúde cardíaca e bucal. Você sabia que existe uma ligação direta entre a saúde de seus dentes e gengivas e a saúde do seu coração? Pesquisadores estão investigando o potencial relacionamento causal entre saúde bucal e a saúde geral. Embora ainda seja cedo em suas pesquisas, é importante entender as possíveis conexões e impactos para o seu bem-estar físico. Embora sua boca e coração não pareçam estar conectados, há muitas evidências que sugerem que eles estão. De fato, as pessoas que cuidam bem de sua boca são significativamente mais propensas a ter corações e sistemas cardiovasculares mais saudáveis ??do que aqueles que negligenciam seus dentes e gengivas. As pessoas com rotinas de cuidados orais diárias cuidadosas tendem a levar estilos de vida mais saudáveis, em geral, mas existem várias maneiras pelas quais as condições da saúde bucal, como as doenças gengivais, podem levar diretamente a doenças cardíacas.

Como a doença gengival gera doença cardíaca

Sua boca é uma janela para o coração e até para o resto do corpo de algumas maneiras claras: Em primeiro lugar, cada vez mais pesquisas afirmam que pessoas com rotinas de higiene bucal precárias têm uma probabilidade significativamente maior de falhar em outras áreas de autocuidado, como dieta e exercícios. Questões como gengivas inchadas, gengivite e estágios iniciais da cárie dentária são indicadores importantes de condições no resto do corpo (como doença cardíaca). Em segundo lugar, as bactérias causadoras de placas e gengivas que se acumulam nas bocas mal cuidadas não ficam simplesmente dentro da boca. Bactérias que podem crescer e permanecer na boca por muito tempo podem entrar na corrente sanguínea, proporcionando um caminho potencial para o coração, estômago e até mesmo para os dedos dos pés (como indica o estudo Oral bacteria in extra-oral infections and inflammation)

Não ignore uma dor na boca

Idealmente, você já visita o dentista a cada 6 meses. Sim ou não? Bom, estatisticamente 1 em 3 adultos visita o dentista menos de uma vez por ano. Independentemente da categoria em que você se encaixar, é importante ouvir a sua boca. Qualquer que seja a sua rotina dentária, a sensibilidade e dor são indicadores-chave que você deve considerar antes de ir ao dentista. Lembre-se, problemas prolongados de saúde bucal podem não apenas permanecer problemas de saúde bucal e evoluir para problemas maiores.

Uma boa higiene bucal pode ajudar a prevenir doenças cardíacas?

Nos dias atuais, existem muitas causas de doenças cardíacas. Seria irresponsável dizer que melhorar e manter seus cuidados orais evitará o desenvolvimento de condições relacionadas ao coração. No entanto, há um crescente corpo de estudos científicos (Psychosocial stress, lifestyle, and periodontal health) apoiando a ideia de que uma boca saudável contribuirá para sua saúde e bem-estar geral. É importante lembrar duas coisas:
  1. Tudo está conectado;
  2. Tudo começa pela sua boca;
  3. 3)Cuide de sua boca e ela cuidará de você.

Melhores estratégias para uma melhor saúde bucal

Você provavelmente sabe que a escovação por 2 minutos, pelo menos duas vezes ao dia é ideal para uma rotina saudável de higiene bucal. O que você pode não estar ciente, porém, é que a escovação por mais de 2 minutos (3-5 minutos por sessão de escovação), mais de duas vezes por dia (por exemplo, após cada refeição), por duas semanas pode reverter o acúmulo de placa e gengivite, se detectada precocemente. O uso diário do fio dental, a lavagem com enxaguante bucal e a ingestão de uma dieta baixa em açúcar e com baixo teor de amido também ajudarão. Você usa o fio dental com frequência? Caso negativo, considere o uso de um Philips AirFloss. O aparelho tem spray de ação tripla e foi clinicamente comprovado em limpar entre os dentes de forma tão eficaz quanto o fio dental. E, se você estiver observando o acúmulo de placas ou gengivite ao longo da linha da gengiva, mudar para uma escova de dentes elétrica é uma excelente maneira de melhorar rapidamente sua saúde bucal. Cuide dos seus dentes, cuide de você!

A importância do combate à gengivite

Se você sentir que suas gengivas podem não estar em ótimas condições, você não está sozinho. Muitas pessoas sofrem com os males da gengivite, mas a boa notícia é que, com alguns passos importantes e ação rápida, é possível realizar o tratamento. A Philips se preocupa com o bem-estar e com a saúde bucal. Portanto, ajudamos você a verificar se está com gengivite e a melhor maneira de restaurar a saúde das suas gengivas.

O que é gengivite?

A gengivite é causada pelo acúmulo de bactérias (também conhecidas como placas) entre os dentes. Se você não estiver escovando de forma completa ou com frequência suficiente, as bactérias se acumulam e atacam o tecido das gengivas, causando sangramento e inflamação. Seu dentista também pode se referir à gengivite como doença gengival. Na verdade, é o primeiro estágio da doença gengival e, se não tratada, pode levar a um estágio mais grave da doença da gengiva, conhecida como periodontite.

Como saber se tenho gengivite?

A gengivite tem alguns sinais indicadores aos quais você deve estar atento durante a sua rotina diária de cuidados bucais. Enquanto gengivas saudáveis ??são normalmente de cor rosa claro, gengivas com gengivite são de cor mais escura, e podem se tornar inflamadas e dolorosas durante a escovação e uso do fio dental. Soa familiar? Se você notou sangramento ou escurecimento das gengivas, é importante agir rapidamente para evitar mais danos e periodontite.Você não tem a certeza se deve se preocupar? Seu dentista pode orientá-lo se você estiver inseguro sobre a saúde da sua gengiva.

O que devo fazer se achar que tenho gengivite?

Como foi mencionado, a gengivite é tratável. Ou seja, se você estiver sentindo desconforto e sangramento nas gengivas ao escovar e limpar entre os dentes, existem várias etapas que você pode seguir para restaurar a saúde das gengivas. Pensando em melhorar a vida das pessoas, a Philips trás quatro passos para se livrar da gengivite:
  • Passo 1: Escove seus dentes pelo menos duas vezes ao dia

    Ao escovar os dentes, é como se você reiniciasse a formação das placas que estavam acumulando em sua boca desde a última escovação. Entre as sessões, as bactérias naturalmente se acumulam, e por isso é tão importante escovar os dentes com frequência. Idealmente, você vai querer escovar pelo menos duas vezes por dia, por dois minutos cada vez, para manter as bactérias que causam gengivite sob controle;

  • Passo 2: Escolha a escova de dentes correta

    Se você tiver dor causada pela gengivite, tente usar uma escova de dentes projetada especialmente para gengivas sensíveis. A escova de dentes suave foi feita para massagear a linha das gengivas, cuidar de todas as áreas sensíveis e proporcionar uma limpeza eficaz. Para uma limpeza mais completa, considere o uso de uma escova de dentes elétrica. É mais eficaz na remoção de bactérias do que uma escova de dentes manual;

  • Passo 3: Limpe entre os dentes

    Existem algumas coisas na vida que você sabe que deve fazer todos os dias, mas só consegue fazer parte do tempo. Limpar entre os dentes é uma delas. Se você está preocupado com a gengivite, é hora de intensificar a limpeza. A placa não só se acumula nos dentes, mas também entre eles. Por isso, para combatê-la, você precisará adquirir o hábito de limpar entre os dentes todos os dias. O momento ideal para limpar entre os dentes é antes de escovar os dentes. Isso significa que o flúor em sua pasta de dentes pode remover qualquer detrito que ficou do uso do fio dental;

  • Passo 4: Marque uma consulta

    Se você achar que suas gengivas ainda estão inflamadas e sensíveis, mesmo com cuidado extra e completo, é uma boa idéia agendar uma consulta com seu dentista. Ele poderá dar conselhos mais específicos sobre como lidar e tratar a gengivite e analisar melhor a sua saúde oral em geral.

Agora que você sabe o que é gengivite e como tratá-la, não se esqueça de manter a escovação regular e limpar entre os dentes para ajudar a manter uma boa saúde bucal. Conte sempre com a Philips!

Quais alimentos fazem bem para os dentes

Comer bem é um fator importante para melhorar e manter sua saúde bucal . Saiba mais sobre quais alimentos são bons para seus dentes e gengivas e bem-estar geral. Você sabia que a comida e a bebida que você escolhe para consumir desempenham um papel importante na sua capacidade de manter e melhorar a saúde da sua boca? A vida pode ficar bem agitada. É fácil se envolver com a agitação da rotina diária e ainda mais fácil tomar decisões questionáveis ??sobre o que você come quando está estressado ou excessivamente concentrado. Você já sabe que as escolhas alimentares que você faz afetam sua saúde geral, mas entender as maneiras como esses alimentos afetam sua saúde bucal é um assunto menos conhecido, e uma parte crucial de como realmente cuidar bem de sua boca.

Como se fosse uma academia: alimentos que ajudam a fortalecer seus dentes e gengivas

Seus dentes vão para onde você for, mas não é difícil mantê-los saudáveis. Trabalhá-los e mantê-los fortes é tão importante quanto o resto do seu corpo. Aqui estão alguns alimentos que você pode comer (e saborear) que garantirão que seus dentes fiquem em forma:

Alimentos ricos em Vitamina C:

Morangos, cenouras e outros alimentos com altas concentrações de Vitamina C não apenas aumentam seu sistema imunológico, mas mantêm seus dentes e gengivas saudáveis.

Queijo e iogurte:

As bactérias em queijos e iogurte são ótimas para os dentes. Eles reduzem os ácidos na boca e ajudam a remover as bactérias ruins. Acredita-se que elas promovem bom fluxo sanguíneo em suas gengivas e podem até mesmo fortalecer o esmalte dentário.

Folhas verdes:

Couve, espinafre e acelga estão cheios de vitaminas A e B que, acredita-se, promovem o fluxo sanguíneo para os dentes, ajudando a fortalecer o esmalte e prevenir cáries.

Leite e proteínas magras:

Laticínios e carnes magras (como frango e peixe) são carregados de cálcio e fósforo. Ambos são necessários para proteger e manter ossos fortes, incluindo seus dentes.